Por que o número 108 nos Japamalas?

O Japamala é utilizado para contar mantras em grupos de 108 repetições. O número “108” é considerado um número sagrado, por diversas razões matemáticas, físicas e metafísicas. 108 é o resultado de nove vezes o número doze (9×12=108).

O poder dos nove ou novena é prática antiga e poderosa na religião católica. Porém, qual é a explicação deste poder?

O número 3 representa o poder da Chama Trina, ancorada no coração dos filhos e filhas de Deus. É a chama do Poder, da Sabedoria e do Amor de Deus manifestando-se no homem; a trindade do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.

Multiplicando o poder da chama da Trindade no coração, pelo poder da origem desta Chama Trina, no coração da Poderosa Presença do EU SOU individualizada, encontramos o resultado de três vezes três, o poder do número nove (3×3=9). Nove é o numero do Espírito Santo.

Isto ocorre quando confirmamos a vontade de Deus na Terra, assim como Ele a afirma, no Céu. Assim, nove é o número da manifestação do plano divino. Não é de se admirar que as mulheres tenham seus filhos ao nono mês de gestação.

E qual é o significado do número doze? Vejamos: doze foram os apóstolos de Jesus. Doze são os meses do ano e também doze são as legiões de anjos. Jesus disse a um de seus apóstolos (Mateus 26:53): – “Você pensa que eu não posso chamar meu Pai e Ele mandaria imediatamente doze legiões de anjos para me salvar?”.

O relógio marca doze horas. O chakra do coração tem doze pétalas significando doze vibrações, únicas que são como doze chaves para as doze portas da cidade celestial. Doze são os signos do zodíaco.

Existem doze hierarquias celestiais, cada uma referente a um signo zodiacal. Elas carregam, mantêm e seguram à disposição da humanidade, as doze virtudes de Deus que são: poder, amor, mestria, controle, obediência, sabedoria, harmonia, gratidão, justiça, realidade, visão e vitória divina.

Doze são os raios de Deus, sendo sete conhecidos e cinco raios secretos. Todos nós temos doze chakras, sendo também cinco secretos. Doze são os frutos da Árvore da Vida.

Assim, grande é o poder dos 108, pois representa a multiplicação dos poderes do nove, pelos poderes do número doze (9×12 = 108). Isto é a confirmação da vontade de Deus nos 12 raios da consciência divina, manifestados na Terra.

E ainda temos o poderosíssimo numero 144. Foram 144 mil os seres de luz que vieram para a Terra, com Sanat Kumara, para salvar a humanidade, que na época não pensava em Deus. A Terra estava para acabar (deixar de existir), pois não havia uma só alma que pensasse na chama sagrada do coração, quando Sanat Kumara levantou-se em defesa dos filhos da luz. Veja que o numero 144 não foi por acaso, pois é um número necessário para atingir a vitória. Este número surge da multiplicação de 12×12 = 144.

E ainda, uma curiosidade, sabe-se que um coração sadio bate entre 60 a 100 vezes por minuto. 100 vezes por minuto, totaliza em 24 horas (um dia), 144.000 batidas/dia.

Cerca de 108 planetas Terra cabem em linha reta através do Sol Cerca de 108 sóis se encaixam entre a Terra e o Sol. Cerca de 108 Luas cabem entre a Terra e a Lua…

De acordo com a NASA, a órbita da Lua em torno da Terra não é um círculo perfeito – é mais como uma elipse – por isso, a Lua não está sempre a 108 “luas” de distância da Terra. Ela fica a esta distância, em algum ponto entre a sua órbita média e seu perigeu, ou seja, quando a Lua está mais próxima da Terra.

 A órbita da Terra em torno do Sol é também uma elipse. Em setembro, entre os dias 18 e 19, a distância do Sol a partir da Terra é de 108 vezes o diâmetro do Sol.

Ao se completar o ciclo de 108 repetições, seja de uma oração, de uma invocação ou de um mantra, alcança-se um estágio superior na consciência: a mente transcende a matéria e acessa os níveis que nós chamamos de “transe”, no ocidente.

Deixe uma resposta